Persona

O planejamento de carreira pode levar a um futuro promissor!

Aonde desejo chegar, quando o foco em análise é o futuro da minha carreira? Quais são os caminhos que mais facilitam uma trajetória profissional bem-sucedida? Que fatores contribuem para atrapalhar para o desenvolvimento de competências essenciais a uma pessoa de destaque? Esses são apenas alguns dos questionamentos que milhares de profissionais podem estar fazendo nesse exato momento, ao pararem para pensarem no futuro de suas carreiras. Contudo, as respostas podem vir de forma mais rápida se o talento trouxer para si um diferencial: um planejamento de carreira. De acordo com Waleska Farias, coach, consultora de Carreira e Imagem, é extremamente relevante para o profissional que ele se dedique, desde cedo, à execução de um planejamento de carreira que considere seus objetivos e suas ambições na projeção de um futuro em curto, médio e longo prazo. "Essa é uma ação essencial para definir os passos que cada um deseja seguir como caminho profissional. Um guia para que o profissional trilhe um caminho na medida dos seus interesses e conquiste seus objetivos", ressalta. Em entrevista concedida ao RH.com.br, ela explica como um planejamento de carreira deve ser elaborado, quais os pontos essenciais para este processo e como as empesas podem contribuir para que seus colaboradores tenham um norte quando mentalizam o futuro profissional.
Waleska Farias é uma das palestrantes da 9ª edição do ConviRH (Congresso Virtual de Recursos Humanos) - evento que promovido pelo RH.com.br, que acontece no período de 14 a 29 de maio de 2015. Na ocasião, a consultora ministrará a palestra em vídeo "Liderança Integral: O Diferencial na Gestão de Pessoas". Confira toda a programação do 9º ConviRH no site www.convirh.com.br e faça sua inscrição. Não perca a oportunidade de participar de um evento que apresenta casos práticos de Gestão de Pessoas, bem como palestras sobre temas relevantes sobre Recursos Humanos. Tenha uma agradável leitura e até breve!


RH.com.br - O que se compreende por planejamento de carreira?
Waleska Farias - Um planejamento da carreira consiste, basicamente, na estruturação do que pode ser realizado pelo profissional e pela organização com base na construção de uma trajetória de trabalho que atenda às necessidades e às expectativas de ambas as partes. Todo plano de carreira deve ter como ponto de partida o envolvimento do profissional na legitimação e viabilidade do seu querer. Uma reflexão que esclareça se as metas e os objetivos traçados consideram a convergência do que ele quer com quem ele, de fato, é em essência para que suas escolhas considerem a medida do que esse profissional quer exercer como missão de vida. No processo são investigados desde os aspectos subjetivos como despertar da consciência, empoderamento, protagonismo e se necessário, pontos de redirecionamento, até os aspectos de ordem prática como avaliação do perfil comportamental, diferencial técnico e potencial de realização como estratégias que promovam a conquista do objetivo traçado.

RH - Em que etapa da vida profissional esse planejamento deve ser iniciado?
Waleska Farias - Esse plano de carreira pode ser iniciado em qualquer momento. Aqui, no NDH Waleska Farias, atendemos pessoas das mais diversas idades, desde adolescentes em fase de investigação do que querem construir, através do Programa Descobrindo Talentos - momento de legitimação das escolhas, até a fase de aposentadoria pelo CAP - Coaching Aposentadoria Proativa, onde o profissional terá a oportunidade de reposicionar-se quanto à descoberta de um novo estilo de vida para reconquistar seus espaços físicos e emocionais. Esse momento é de reorganizar, reconsiderar e rever direções, olhando primeiramente para si e depois visualizar com mais clareza qual caminho quer seguir e cabe para qualquer indivíduo independente da idade ou profissão.

RH - Independentemente da área de atuação, todo profissional deve ter um planejamento de carreira?
Waleska Farias - É extremamente esclarecedor para o profissional dedicar-se, desde cedo, à execução de um planejamento profissional que considere seus objetivos e suas ambições na projeção de um futuro em curto, médio e longo prazo. Uma ação essencial para definir os passos que cada um deseja seguir como caminho profissional. Um guia para que o profissional trilhe um caminho na medida dos seus interesses e conquiste seus objetivos.

RH - Quais são as principais dúvidas que surgem, quando as pessoas "sentam" para elaborarem o planejamento de carreira?
Waleska Farias - A diversidade de opções e possibilidades e, em alguns casos, o excesso de opiniões de pessoas próximas sobre o que fazer para ser bem-sucedido profissionalmente pode atrapalhar ao invés de ajudar. Todo excesso é danoso. A insistência de pessoas pode conturbar o processo na hora de definir quando, como e por onde começar. Muitas vezes a ansiedade em relação a esse momento de decisão é tão grande que dificulta a clareza do raciocínio e pode levar o indivíduo a um estado paralisante, distanciando-o da iniciativa produtiva. Nesse momento, os recursos do coaching e mentoring são de grande valor para ajudar o profissional a organizar as informações e começar a agir. Sair da inércia e caminhar na direção do que pode vir a ser sua realização, seu sentido a sua existência.

RH - Então, o processo de coaching agrega valor destacado ao planejamento de carreira?
Waleska Farias - O processo de coaching disponibiliza os recursos adequados para apoiar o coachee de modo rápido e objetivo na gestão da sua trajetória profissional. O desenvolvimento de competências específicas e a fidelidade às ações estratégicas são um grande diferencial na conquista dos objetivos de carreira. O coach atua como agente facilitador nesse processo. A parceria entre o coach e o coachee auxilia o profissional a desenvolver-se rapidamente para construir resultados mais alinhados às suas necessidades e expectativas, ajudando-o a ampliar sua percepção a respeito dos seus pontos fortes e de melhoria, visualizar seu diferencial competitivo, seus motivadores de carreira e suas reais possibilidades de atuação, além de possibilitar a elaboração de um plano de ação profissional, considerando as melhores diretrizes e iniciativas para construir de modo consciente seu caminho profissional.

RH - Quem realiza planejamento de carreira deve ser acompanhado/orientado sempre por um profissional mais experiente?
Waleska Farias - Contar com o acompanhamento e o direcionamento de um mentor no planejamento de carreira é um grande diferencial. O critério experiência é um recurso de extremo valor na validação das diretrizes e correção das estratégias. Ter um profissional mais experiente dedicado ao processo de mentoria amplia a percepção das probabilidades, oferecendo novos pontos de vista quando o profissional se depara com seus pontos cegos. Um mentor dedicado, certamente, catalisa os resultados e amplia as possibilidades de sucesso do plano de carreira.

RH - O planejamento de carreira parte obrigatoriamente do profissional ou a empresa pode estimular essa iniciativa junto ao talento?
Waleska Farias - Esse movimento pode partir dos dois lados. A empresa pode e deve colaborar com esse planejamento, levando em consideração o perfil e o potencial do profissional. O gestor também deve estar comprometido e, além de exemplo, pode e deve atuar como mentor e parceiro nesse processo. Um profissional com um acompanhamento e planejamento de sua trajetória dentro de uma corporação trabalha muito mais engajado. É a oportunidade de alinhar seus valores e objetivos aos da empresa.

RH - Em que momento um planejamento de carreira deve ser revisado e, quem sabe, redesenhado?
Waleska Farias - No momento em que os resultados esperados e os alcançados estão em discrepância. Como em um plano de negócios, quando se tem uma nova informação ou acontecimentos temos que entrar com uma estratégia emergente ou revisão do plano inicial, o qual poderá mudar de acordo com o tempo. O processo não é engessado e sempre servirá como norte, como direção a ser seguida. Um plano para ser conciso deve ser capaz de atender às necessidades de mudança envolvidas.

RH - O que a senhora considera indispensável em um planejamento de carreira?
Waleska Farias - Que ele tenha métricas claras, prazos bem definidos e considere os interesses e as expectativas das partes envolvidas. Vale a máxima do que é combinado não sai caro. Muitas vezes o plano de carreira da empresa não é compatível com os objetivos do profissional, e isso acaba gerando desconforto e descompasso entre os projetos de ambos e pode comprometer o plano de um futuro em comum. É importante que as conquistas sejam compartilhadas e comemoradas como motivação para continuidade dos propósitos conjuntos.

RH - Quais fatores são negativos a um planejamento de carreira e podem tirar o foco dessa ação?
Waleska Farias - A falta de disciplina com as estratégicas elaboradas no plano de ação. A permanência na zona de conforto, a inércia diante do imperativo de executar o que foi determinado. Trabalhar em prol de um objetivo desconforta, entretanto, dá musculatura emocional para que o profissional conquiste a robustez e a resiliência necessárias para superar os obstáculos e lidar com imprevistos. Os ganhos podem ser infinitamente maiores que as perdas, mas é preciso foco, disciplina e perseverança na realização do plano de carreira.

RH - Quais os benefícios que o planejamento de carreira costuma proporcionar ao talento?
Waleska Farias - Assertividade e velocidade, dentre outros, são aspectos essenciais na construção de um planejamento de carreira consistente. Tempo é dinheiro e a falta de objetivos claros e bem definidos leva ao "fazer e refazer", impactando diretamente a dimensão de tempo. Mas, é valido ressaltar que ter velocidade não significa correria. O tempo gasto na execução de um planejamento conciso é investimento.

RH - Que recado a senhora deixaria para quem ainda não tem realizou um planejamento de carreira e reconhece que precisa dessa ação imediata?
Waleska Farias - Ter a possibilidade de passar por um processo de coaching ou mentoring tem grande valor nesse processo. A ajuda de um profissional experiente poupa tempo e oferece objetividade na identificação das pedras de tropeço - pontos cegos do coachee ou mentorado e antecipação das possíveis soluções. Mas, alguns questionamentos e conceitos atuam como norte e alicerçam o propósito de construção de um caminho profissional na justa medida. Considere - O que hoje o afasta dos seus objetivos? O que o impede de começar agora o desenho da sua carreira? O que você quer fazer tem convergência com quem você é em essência? Busque - Autoconhecimento: saber "quem você é" o aproxima do que "você quer", de fato, realizar como missão de vida. Seja integral. Esteja por inteiro. Foco: ter clareza dos objetivos acelera o processo e aumenta as chances de sucesso do seu plano de carreira. Autogestão: aprenda a controlar seus sentimentos e emoções. O estresse e a ansiedade são sabotadores do processo de Gestão de Carreira. Fidelidade ao propósito: se você mesmo não for fiel ao seu sonho, ninguém, será. Na construção de um caminho profissional na sua "justa medida" o querer e persistir são imperativos.

Fonte:RH.com.br

Competence
Avaliação de competências

 

Job
Análise do perfil dos cargos

 

Profile
Análise do perfil comportamental

 

Cel / Whats: +55 51 99807 7741